Neymar Jr. ganha site especial em comemoração aos dez anos de carreira

Tudo começou em uma partida entre o Santos FC e o Oeste de Itápolis, no Pacaembu, no dia 7 de março, de 2009. Neymar Jr. dava os seus primeiros passos em campo como atleta profissional. Agora, atuando como o camisa 10 do PSG e capitão da Seleção Brasileira, além de ser conhecido mundialmente, o craque completa 10 anos como jogador profissional.

Foram 10 anos de muitas vitórias, derrotas, títulos, gols, assistências e dribles e para celebrar cada momento histórico desta década de muita ousadia e alegria, o site oficial do craque decidiu fazer um especial que traz lembranças e conteúdo exclusivo sobre os maiores momentos de Neymar Jr. como jogador de futebol profissional.

A nova página reúne depoimentos de pessoas que conviveram e convivem com o craque e exibe um bate-papo exclusivo entre Neymar Jr. e Ronaldo Fenômeno

Para celebrar os 10 anos de carreira profissional de Neymar Jr, a NR Sports, empresa que cuida exclusivamente da gestão de imagem do jogador, lançou nesta quinta-feira (7) um hotsite especial: www.neymarjr10.com. Também estão sendo preparadas outras ações previstas para ocorrer nos próximos meses.

O portal, que será atualizado periodicamente até dezembro, dará destaque para os mais de 30 depoimentos exclusivos de personagens que ajudaram e ajudam a construir a história de um dos mais espetaculares jogadores do futebol mundial.

O material reúne vídeos exclusivos de familiares, treinadores, companheiros de clube e jornalistas que testemunharam o caminho de sucesso trilhado por Neymar Jr. ao longo dos últimos 10 anos. Os visitantes também terão acesso a imagens inéditas de bastidores, como as chuteiras e camisas usadas pelo craque.

No quadro Half-Time, a cada mês – de março a dezembro, o internauta acompanhará, por meio de uma parceria com a plataforma OTRO (fã clube digital com filmes e entrevistas dos maiores jogadores do mundo), um vídeo exclusivo de um bate-papo de Neymar Jr. com uma personalidade diferente.  Os encontros são surpresa e o atleta só saberá quem é o convidado no momento de abrir a porta de casa. O primeiro a conversar com o atacante foi o ex-jogador Ronaldo Fenômeno.

No hotsite, repleto de elementos visuais e com amplo conteúdo multimídia, o torcedor e fã poderá navegar por uma linha do tempo que relembra cada passo da carreira de Neymar Jr., desde a estreia como profissional pelo Santos FC em 7 de março de 2009 contra o Oeste, até a chegada ao Paris Saint Germain, da França.

Aos 27 anos, o atacante é dono de números invejáveis no futebol. São 598 jogos com as camisas do Santos FC (BRA), Barcelona (ESP), PSG (FRA) e Seleção Brasileira, 378 gols marcados, 212 assistências e 35 títulos.

Neymar Jr. destaca que os anos foram tão intensos que praticamente não se deu conta que uma década da estreia já se passou. “Muito legal poder celebrar essa data com tanto futuro pela frente. A história que escrevi me dá vontade de trabalhar ainda mais forte para viver experiências que ainda não vivi e títulos que ainda não conquistei”, afirma.

Confira trechos de alguns depoimentos exclusivos:

Thomas Tuchel, treinador PSG (atual técnico de Neymar Jr.): “Estou sendo bem honesto. De fora, é fácil julgar o seu estilo como uma provocação. Quando você o conhece, você sabe quem ele é. Não é para provocar, é o seu estilo de jogar. Quando você passa a conhecê-lo, isso muda seu pensamento e seu julgamento e, do fundo do meu coração, eu posso dizer que não é uma provocação. É sua maneira de expressar felicidade, de entreter pessoas e a sua maneira de jogar esse jogo e se expressar”.

Muricy Ramalho, ex treinador (bicampeão Paulista e da Libertadores com Neymar Jr. no Santos FC): “O jogador chega no hotel, vai para o quarto dele e se esconde. Não quer saber. O Neymar, é diferente de todos. Quando ele fazia aniversário em São Paulo ele colocava um ônibus à disposição dos funcionários do Santos FC para trazer para festa. Essas coisas precisam ser faladas, porque só veem as outras coisas. Eu vou contar para minha netinha que o Neymar foi o melhor que eu já trabalhei e como caráter. Ele é exemplo para os mais jovens”.

Léo Bastos, ex-atleta (foi companheiro de Neymar Jr. no Santos FC e fala sobre a final da Libertadores de 2011): “Era final da Libertadores contra o Peñarol, a responsabilidade muito grande, só que para ele era como jogar uma partida do campeonato Paulista. Ele estava muito tranquilo. E isso passava muita tranquilidade para nós, para os mais experientes que estavam tensos. Ele estava brincando do mesmo jeito”.

Rogério Micale, técnico de futebol (treinador do Ouro Olímpico em 2016 fala sobre a conquista histórica para o Brasil): “Eu estava confiante porque ele (Neymar) estava muito confiante. Ele treinou muito isso: o pênalti. A bola sobrou nos pés de quem tem condições de fazer. Quando você vê em uma pessoa as condições dela te dar a resposta que você quer, a tendência é você ficar mais tranquilo. O Neymar em um pênalti é um especialista. Um cara que tem personalidade e técnica”.

Daniel Alves, jogador de futebol (companheiro de Neymar Jr. no Barcelona, PSG e Seleção Brasileira): “Jogar futebol é muito difícil, ainda mais fazer uma carreira vitoriosa. É um esporte de risco que exige muita dedicação, por isso acredito que ninguém é o que é em vão. As pessoas fazem por merecer e tudo que acontece na vida dele (Neymar) é por merecimento próprio”.

Suarez, atacante do Barcelona (foi companheiro de Neymar Jr. no Barcelona): “Acho que o melhor que ele (Neymar) tem, além da humildade é o companheirismo. O Ney está aprendendo para ser o melhor do mundo, porque ele tem muitas condições”.