Final nacional do Neymar Jr.’s Five aconteceu no Instituto Neymar Jr.

O maior evento de futebol amador do mundo está de volta! Neste domingo (1), o Instituto Projeto Neymar Jr. recebeu a final nacional do Red Bull Neymar Jr’s Five e conheceu os campeões brasileiros feminino, o Resenha 013 e masculino Consagrados, que vão disputar a Final Mundial no dia 24 de maio, no Qatar. Organizado pela Red Bull, o evento está em sua quarta edição e reúne jogadores de futebol amador do mundo inteiro.

Ao todo, 36 atletas, divididos em 3 times de 3 estados diferentes, estiveram no INJR para disputar os 14 jogos que determinaram os dois finalistas das duas categorias da competição: mista e feminina. Na categoria mista, os times Consagrados (SP), Street Five (MG) e Eurose7e (PE) brigaram por uma chance no pódio final. Na feminina, os times que conquistaram um lugar na final nacional foram: Resenha 013 (SP), Exterminadoras F.C (MG) e Vila Show (PE).

Os times disputaram o título nacional visando à fase internacional e a chance de jogar cara a cara com Neymar Jr. E como funcionam os jogos do Red Bull Neymar Jr’s Five? Com partidas de 10 minutos e ausentes de goleiro, o objetivo é eliminar todos os 5 jogadores do outro time. A cada gol marcado, 1 jogador é eliminado da partida.

O jogador do time Street Five, João Lucas Nunes, conta que os cinco pisaram no gramado do INJR com vontade de entregar uma boa performance e tudo se resumiu ao grande objetivo: chegar na final e poder enfrentar o Neymar Jr. “Conhecer o Neymar é um sonho para qualquer jogador de futebol, qualquer pessoa que gosta de futebol tem o sonho, com certeza, de conhecer o Neymar e não é diferente com a gente. Somos todos fãs do Neymar e a vontade de chegar lá e jogar com ele, ter uma resenha e bater uma bolinha com ele é muito grande e a expectativa é muito alta”, completa João Lucas.

Yuri Trajano Albuquerque, integrante do Eurose7e, conta que o caminho não foi fácil. “Participar do Neymar Jr’s Five é um sonho que a gente sempre quis realizar, e graças a Deus, nós tivemos uma dificuldade de ir para Recife, mas conseguimos ir e chegamos até aqui. Está sendo muito bom, graças a Deus nós conseguimos hoje sair com duas vitórias e um empate.”

Elaine Barbosa dos Prazeres, do time feminino Vila Show, destacou a importância da igualdade entre o futebol feminino e masculino dentro do evento. “É muito importante essa visibilidade que ele [Neymar Jr.] está dando para o futebol feminino. A gente precisa dele, a gente precisa do masculino para ser reconhecida, e ele está dando isso pra gente, através desse torneio que é igual para o feminino e masculino, a gente tem a mesma oportunidade e está recebendo as mesmas coisas. É incrível”, conta. Para ela, o segredo da competição é ter raça e, principalmente, jogar em equipe.

Para Rafaela Dulcinéia Furtado, jogadora do Exterminadoras FC, o entrosamento do grupo é o motivo do bom desempenho da equipe. “A gente já joga juntas há um tempo e acho que isso favorece um pouco pra gente e acho que vai dar tudo certo. A gente está muito feliz só de estar aqui no Instituto.”

Depois de 6 jogos entre as equipes mistas e 6 jogos entre as equipes femininas, foram os times Consagrados, Eurose7e, Resenha 013 e Exterminadoras F.C que se classificaram para os dois jogos decisivos na final. Mas foram os dois times campeões de São Paulo, Consagrados e Resenha 013, que levaram a melhor e puderam subir ao pódio, ganhando a chance de participar da grande final mundial em Doha, no Qatar.

Para Lucaneta, do time misto Consagrados, o sentimento é de alegria e expectativa para os próximos passos no campo. “Eu estou muito feliz. É a segunda vez que a gente está indo para o mundial. A gente ficou engasgado porque a gente perdeu nas quartas de final e não foi por causa de gol, futebol, foi por causa de uma expulsão de um menino do nosso time, e a gente queria muito esse título e, graças a Deus, Ele nos honrou que a gente vai para o Qatar agora representar o Brasil novamente.”

Édely Meirelles Fontes, do campeão Resenha 013, conta que o time é apenas alegria após a conquista do lugar no pódio. “Nós estamos muito animadas, muito felizes, Graças a Deus. A gente teve um começo muito conturbado, mas a gente conseguiu virar. Estamos muito felizes e radiantes, não tem nem como expressar esse sentimento de vitória.”

Duda Duarte, Mestre de Cerimônia da Red Bull, conta como funcionou o torneio neste domingo no Instituto. “O Red Bull Neymar Jr’s Five envolve, aqui no Brasil, 800 atletas. Hoje, os três times das categorias mista e feminina que venceram em Campinas, Belo Horizonte e Recife se enfrentaram em um triangular inicial, para depois fazer uma super final. E agora eles vão jogar o mundial e, quem vencer, enfrenta a super final com o Neymar Jr”. Para os finalistas, ele deixa um recado de motivação: “Com certeza, uma das coisas que eu mais me orgulho é saber que brasileiros estão vencendo pelo mundo, assim como o Neymar. Então eu quero dedicar ao Renegados da Baixada, Frontal Bulls, Resenha 013 e Consagrados, todo meu coração e torcida, e tenho certeza que vocês são brasileiros e não vão desistir de tentar pelo título.”