Marina Werneck vira repórter e realiza o primeiro Girls Surf Club durante o Layback PRO

Marina Werneck participou da edição de 2022 do evento de surf Layback PRO. Durante o evento, além de virar repórter, entrevistando personalidades, campeões e atletas do torneio, a freesurfer também realizou o primeiro Girls Surf Club, de sua plataforma Seaflowers.

O Layback PRO, apoiado pela World Surf League, está em sua segunda edição. Dessa vez as baterias de disputas de surf foram realizadas na Praia Mole, em Florianópolis, do dia 6 ao 10 de abril.

Marina Werneck participou de seu segundo evento com o Layback, dessa vez atacando como repórter na praia. A surfista entrevistou os atletas na disputa, personalidades que participaram do evento e os campeões de cada bateria. Todas as competições e entrevistas foram transmitidos no canal oficial da WSL no YouTube e ainda podem ser assistidos na íntegra.

Além de fazer parte da apresentação do Layback PRO, Marina realizou o primeiro encontro do Girls Surf Club. O GSC é um dos programas da plataforma Seaflowers, que foca nas categorias de base do surfe feminino, dando oportunidades para as grommets surfarem e trocarem experiências com profissionais.

Com o objetivo de inspirar e empoderar essas jovens surfistas através de experiências, encontros e competições, Marina realizou a primeira edição durante o Layback PRO, na Praia do Mole.

“Foi um dia muito especial, cheio de momentos bons. Estou muito contente com a primeira edição, porque foi uma experiência marcada por muita união, uma vibe boa, muitas risadas, sonhos realizados e surf de alto nível com jovens talentos do surf feminino”, contou Marina Werneck.

Resultados do último dia do Layback PRO 2022:

Decisão do título masculino:
Campeão: Michael Rodrigues (BRA), 19.13 pts (10,0+9,13)
Vice-campeão: Alan Jhones (BRA), 16.10 pts (8,23+7,87)

Decisão do título feminino:
Campeã: Daniella Rosas (PER), 14.83 pts (9,33+5,50)
Vice-campeã: Summer Macedo (BRA), 11.84 pts (6,17+5,67)