Above anuncia patrocínio do atleta Thiago Braz

Campeão olímpico terá o apoio da marca por três anos, até Paris 2024

A Baston Aerossóis, fabricante da marca Above, acaba de fechar contrato com a NR Sports para patrocinar o medalhista brasileiro em salto com vara Thiago Braz. O contrato foi firmado por três anos e ajudará o atleta na preparação para os Jogos Olímpicos de Paris 2024. “O Thiago é merecedor de todo o apoio, não só por sua história de vida e de superação, mas por sua performance e dedicação ao atletismo. Ele sua a camisa para levar o Brasil ao lugar mais alto do podium e agora conta com o nosso apoio para as próximas competições”, destaca Gustavo Malucelli Bacila, CEO da Baston.

Esse é o quarto patrocínio da marca Above no mundo dos esportes. A marca tem parceria com o jogador Neymar Jr, patrocina os pilotos Tony Kanaan e Rafael Suzuki, da Stock Car, e, agora, o atleta Thiago Braz.

Com o patrocínio, a marca passa a ser uma das principais apoiadoras do atleta. “Esse patrocínio vai me ajudar bastante na preparação para as Olimpíadas de Paris, para que possa ter o melhor desempenho e trazer novas medalhas para o Brasil. Vamos suar juntos com a Above para escrever novas histórias”, afirmou Thiago.

Thiago tornou-se ídolo nacional nas Olimpíadas Rio 2016, quando conquistou medalha de ouro no salto com vara e bateu o recorde olímpico. Ele iniciou no atletismo aos 14 anos de idade, incentivado pelo tio Fabiano Braz, que era atleta da modalidade Decatlo. Começou a carreira treinando e competindo pelo Clube dos Bancários de Marília, cidade onde nasceu.

Depois de se mudar para Bragança Paulista, ganhou o Campeonato Brasileiro de Menores, o Campeonato Brasileiro Juvenil, o Campeonato Estadual de Menores e o Campeonato Estadual Juvenil. Em 2009, participou de sua primeira competição internacional e conquistou o bronze no Campeonato Sul-Americano Juvenil. Com esses bons resultados, passou a competir no Clube de Atletismo BMF&BOVESPA.

A partir daí, ele conquistou a prata nos Jogos Olímpicos da Juventude, em Cingapura, foi vice-campeão do Troféu Brasil de Atletismo, ganhou o ouro no Campeonato Mundial Júnior de Atletismo de 2012, que aconteceu em Barcelona, na Espanha, e no ano seguinte foi ouro no Meeting de Leverkusen, na Alemanha.

Em 2014, Thiago se casou com a também atleta Ana Paula Oliveira e passou a ser treinado pelo técnico ucraniano Vitaly Petrov no Centro de Treinamento de Fórmia, na Itália. O atual recordista olímpico seguia em ascensão, alcançando suas melhores e mais altas marcas, quando sofreu uma lesão na Diamond League, a principal competição anual do atletismo, e teve que interromper a temporada, passar por uma cirurgia, sofrer com a dor e adquirir a confiança necessária para voltar a saltar.

Recuperado, Thiago voltou a participar das disputas nacionais e internacionais até que em junho de 2015 quebrou o recorde sul-americano em pista aberta ao saltar 5,92m na competição denominada Street Athletics Baku, no Azerbaijão. Em fevereiro de 2016, no torneio indoorlstaf em Berlim, na Alemanha, derrotou o campeão olímpico e recordista mundial Renaud Lavillenie e se tornou o dono do novo recorde brasileiro e sul-americano em disputas indoor com a marca de 5,93m.

Na história do salto com vara, ninguém na América do Sul voou mais alto do que Thiago Braz. O duelo entre Thiago e o francês Renaud Lavillenie voltou a acontecer nos jogos olímpicos do Rio de Janeiro, a primeira olimpíada da carreira do brasileiro. Com a torcida de milhares de brasileiros, ele superou o favorito ao ouro com o salto de 6,03m, tornando-se o atual recordista olímpico e um dos nove atletas no mundo que saltaram acima dos seis metros de altura.

Em fevereiro de 2017, Thiago foi eleito pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) o “Melhor do Atletismo”. Em julho de 2018, o atleta conquistou mais uma medalha de ouro no Meeting de Sotteville-lés-Rouen, atingindo a marca de 5,70m, e em 2019, no campeonato sul-americano, conquistou a prata ao saltar 5,41m em Lima.

Thiago seguiu treinando e saltando, mantendo sua posição dentro da lista dos TOP 10 maiores saltadores do mundo. Nas Olimpíadas de Tóquio, realizada em 2021, conquistou a medalha olímpica de bronze ao saltar 5,87m, ainda defendendo seu recorde olímpico histórico. Ao todo, o atleta coleciona 28 medalhas de Ouro, 23 de Prata e 13 de Bronze. “Para nós, é um orgulho apoiar o Thiago e unir nosso propósito de marca com o propósito dele como atleta”, ressalta Bacila.